sexta-feira, 7 de março de 2008

Trabajo, trabajo!

Bom, de agora em diante os posts vão ter um tamanho menor. Calma, não tão agora.

Meu primeiro dia de trabalho foi na quarta-feira. Basicamente fui apresentado aos meus colegas de sala (que trabalham no mesmo projeto que eu), conheci meu espaço e organizei minha mesa. Eu gosto desta parte “ambiente corporativo”, não precisar ir na papelaria para ter uma fita adesiva ou um clip de papel (e só precisar ligar para a secretária) é algo realmente legal! haha

A EMM, apesar de ser uma empresa de médio porte, tem um “ar” de empresa grande.

Ganhei uma mesa, cadeira reclinável, bloco de notas, canetas, lapis, porta-treco, um caderno, lista de telefones dos empregados, fita adesiva, enfim, tudo que é tranqueira de escritório. Mas o mais importante não estava lá: meu computador!

É claro que eu surtei na hora, fiquei imaginando como que eles fariam trabalho de segurança em TI sem um computador. Deveriam ter técnicas muito boas mesmo...

Alguns minutos depois, Jozef, meu mentor aqui, foi até minha sala para explicar que meu computador estava sendo “preparado”, faltava instalar algumas coisas, coisas básica, como o Windows haha..

Resumo: passei meu primeiro dia inteiro sentado na minha super cadeira, debruçado na mesa, olhando a neve cair por umas 3h e depois o sol raiar (cidade louca!). Sim, nevou, principalmente por que estava -1ºC e começou a garoar. Resultado: neve.

Ontem, quinta-feira, foi meu segundo dia. Meu computador estava pronto, porém não tinha ponto de internet e o cidadão que arrumaria isso não tinha vindo trabalhar. O Pavlo, um Eslovaco gente boa que estava “preparando” meu computador, fez um arranjo temporário na sala dele e colocou meu PC para rodar. À tarde eu conheci o Ivan, que será o meu responsável técnico. Isto significa que ele que me carregará para lá e para cá e provavelmente também será ele que me dará puxões de orelhas.

Foi também ontem que recebi meu crachá (um cartão magnético que dá acesso ao prédio) e formalizei meu plano de trabalho com o Jozef.

Eu trabalharei em um projeto que dará consultoria em SIM (System Information Management – Gerenciamento de Sistema de Informação) aos correios da Eslováquia. Posteriormente eu trabalharei com IDS (Intrusion Detection System – Sistema de Detecção de Intruso) como consultor de um banco húngaro (Optbank).

Sem contar que de vez enquando eu vou ter que ir para Banská Bystrica (uma cidade do interior, onde fica o centro de TI dos correios daqui).

Se você não entendeu nada, somente pense que eu vou ficar muitas horas sentado na frente do computador fazendo coisas super excitantes (pelo menos para mim é!)! hahaha

Fato mais bizarro da semana até agora foi ontem, quando às 14h a empresa toda parou para celebrar o aniversário do Ivan, fomos (cerca de 50 funcionários) para uma sala (grande) de reuniões, com vários comes e bebes. O aniversariante ficou dentro da sala, uma fila enorme se formou do lado de fora, na porta e um a um fomos entrando e dando parabéns para o Ivan. Quem tinha presente, entregar. Bem organizado!

A parte bizarra começou por que eu acho que isto (de parar no meio do dia!) nunca aconteceria no Brasil, principalmente por que o cara não é o big boss. E mais, não durou 10 minutos ou 30 minutos, durou até o final do expediente (16:30!) ! haha

Tudo que eu ficava era aflito, entrei numa crise de existência por que eu não sabia se voltava para minha sala para terminar de fazer o que estava fazendo ou se ficava na festa. O dilema era simples: 1 – ficar na festa e dar uma de vagabundo ou 2 – sair da festa e ser mal-educado! Como que eu ia saber isso? Eita trem!

No final das contas, após 1h de comilança, metade das pessoas foram para seus devidos postos, ficaram somente meu chefe, os meus colegas de sala e alguns retardatários.

Eu sai por 10 minutos, pensei: “Vou sair, ficar um tempo na minha sala... quem sabe não cai a ficha deles!”. Que nada, 10 minutos depois eu voltei e eles ao invés de terem saído tinham é aberto uma garrafa de run e meu chefe já estava fazendo Cuba Libre! (isso não é brincadeira! hahahaha)

Resumo da rotina: Acordo 6h, chego 8h, tenho aprox. 30minutos de almoço e que almoço!!!), saio às 16:30 e chego em casa às 18h. Ufa! :)

p.s1: sim, parece que na Europa seu almoço dura somente 45min, no máximo.. quando não 10minutos!

p.s2: É mais difícil ser brasileiro que não gosta de futebol FORA do Brasil do que no Brasil. Explico no próximo post...

5 comentários:

Anônimo disse...

Eita rotina boaaa, era bom demais mesmo, a diferença era que eu morava a 5 min do lab, entao acordava as 7:15, hahah. Ei os 30 min de almoço de praxeeeeee, eu tiva 1 h sempre, pois tinha mais 30 min de descanso remunerado entao era uma hora demaisssss. Boa sorte ai Dioi, beijos Darla boo

Rafael disse...

o dioiii conte mais bizarrices... são as melhores
kkkkkkkkk

Anônimo disse...

Dioieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!! Apareci!! :) Ow, cara, feliz aqui hein Dioi por vc! Nossa, tava aqui lembrando de quando a polícia federal baixou em Mira...hahah..atras de vc! E agora vc na Europa mexendo com segurança na net! Uia!!! Ta certo, tava trilhando seu caminho! E eu, como uma boa psicologa que serei(rsrsr) digo que É ÓTIMO TARBALHAR NO QUE GOSTA!!! É SAUDÁVEL!!! (detalhe, nem precisa ser psi pra saber isso, neh!? hauihaoahai...é que quis aproveitar o gancho! ¬¬)

Beijos, Dioi!!!! Boa sorte no teu trabalho!!!! :D

Senhorita_

Samyra disse...

Como assim o chefe fazendo cuba libre em pleno expediente?? Eu to no lugar errado mesmo aheuaheuaheauhea.
bjuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Mária disse...

OLA!! adorei seu blog! parabens! gostaria de saber mais sobre a empresa a onde vc trabalha,..pois meu marido e brasileiro e esta procurando algum trabalho na eslovaquia. sera que vc sabe sobre alguma coisa, talvez dica a onde procurar? empregadores brasileiros? Obrigada! bis