quarta-feira, 30 de abril de 2008

Introspeção é uma arte

E foi então que na quinta-feira, véspera de outra conferência (menor, para 8 pessoas, mas mesmo assim eu teria que entregar sessões), eu fiquei doente.
Se tem uma coisa que me deixa estressado é ficar doente. Gripe, que seja. O mau-humor vem de uma forma que nem palavras descreveriam. Não chega nem perto do meu mau-humor-matinal-de-15-minutos. Nem perto!

Sem dor de cabeça. Sem dor de garganta. Sem febre. Somente tosse, muita tosse. Tosse seca.
Fui ao médico ontem, 29, e ela diagnosticou como virose. Eu tusso igual um cachorro velho. Minha garganta chega a estar irritada.
Estou de licença médica até sexta-feira, 02. Meu feriado (aqui também é feriado em 1o de Maio) vai ser de molho.

Estar doente para mim é quase uma terapia: Eu não converso, fico com cara de bund@, a auto-reflexão dá os braços para a introspeção e eu me torno outra pessoa. Outra pessoa!
Eu tenho minha cama, minhas drogas e muito lenço de papel. Deixem-me quieto, por favor. É o que peço.

2 comentários:

Brisa disse...

Dioueiii que pena ficar com essa tosse chata te persiguindo ai, toma vitamina C efervecente, tô pra mandar um xarope de guaco para vc diouei.
melhoras ;*

wndpcp disse...

Você, desse jeito? Todo cocô quieto em um canto? Nunca percebi! =P

Melhoras!!!