quarta-feira, 2 de abril de 2008

Frozen People

Ou, em português, "Pessoas congeladas".

A idéia surgiu em Nova York e foi criada por um grupo chamado "Improv Everywhere" (Improviso em todo lugar), liderado por um professor de teatro e formado por diversas pessoas, incluindo estudantes e outros cidadãos nova-iorquinos.
O principal objetivo do grupo é criar situações inusitadas, engraças, em ambientes públicos para simplesmente alegrar a vida do povo. Como dizem eles mesmos no site: "Improv Everywhere is, at its core, about having fun."
Tudo acontece sem aviso prévio ao público e o grupo pode ser de poucas pessoas até centenas de pessoas, dependendo da idéia (por isso difere-se do Flash Mob, pois esta consiste sempre em multidão, como a famosa guerra de travesseiros).
A mais famosa das invenções (chamadas de missões) deste grupo é o "Frozen People", que consiste em chegar uma multidão de agentes (como são chamadas as pessoas que participam das missões) num determinado lugar público, movimentado, e em um determinado momento os agentes se congelam por 5 minutos.
É tudo muito natural. Os agentes estão "camuflados", são pessoas normais andando em lugares movimentados, onde a impessoalidade reina. De repente todos os agentes se congelam e àqueles que passam pelo lugar ficam intrigados, curiosos, com uma nova história para contar no final do dia. Este é o intuito.
Já aconteceu na estação central de Nova York (primeira vez) e se espalhou pelo mundo: Londres, Berlim, Quebec, Hong Kong, Cidade do México, enfim, a lista completa você pode conferir aqui. São mais de 27 países segundo o site. Como a contabilidade é independente, eu assumo que este número já deva passar de 50! :) Se brincar já até aconteceu no Brasil também.

Ontem aconteceu aqui em Bratislava, no meio do Shopping Aupark (o maior da cidade) e, claro, eu não pude perder! Eu lembro que quando eu estava no Brasil eu sempre via estas coisas acontecerem e, de certa forma, reclamava: "Putz! Podíamos fazer estas coisas no Brasil também.." ou, para ser franco, eu sempre soltava "Ahhh mas é uma porcaria morar no Brasil mesmo!!!" haha
Sempre me simpatizei essas "atoices" e agora que estava acontecendo eu não podia deixar passar!
Recebi um SPAM na segunda-feira com data de encontro para instruções de onde, como e quando congelaríamos, mas infelizmente não pude atender, pois estava trabalhando. Sabia-se, pelo email, que o horário seria 17h, porém os detalhes (como qual seria o sinal para congelar) só seriam divulgados na reunião às 16h, numa praça perto do shopping.
Fiz alguns contatos e descobri que alguns AIESECers iriam congelar também, então agendei com eles que chegaria uns 5 minutos ates do congelamento e pegaria as instruções com eles.
Sai do trabalho, corri um pouco, peguei o ônibus e consegui chegar a tempo, exatos 5 minutos antes. Encontrei dois AIESECers que estavam zanzando pela entrada e eles me passaram as infos. Tudo pronto.
O sinal seria em eslovaco, dado através de um microfone que estava sendo instalado em um palco no meio do hall de entrada e seria algo como aquele teste de microfone: "Um, dois três, testando!". Algo normal!
Passados os 5 minutos, uma voz, em eslovaco:
_ "Jeden, dva, tri..microfona!"

Algumas pessoas estavam andando, outras paradas lendo livro, outras namorando, algumas bebendo água, outras sentadas anotando algo. Eu estava colocando minha jaqueta e congelei com um braço semi-aberto, colocando uma manga da jaqueta. Foram aproximadamente 50 pessoas congeladas em posições inusitadas!

E o resto do público andando, ou melhor, tentando andar, por que as 50 pessoas, querendo ou não, acabavam atrapalhando o trânsito. Eu não entendia o que as pessoas ao redor falavam, mas a cara de espanto valeu mais do que mil palavras! hahaha

Cinco minutos depois, a mesma voz:
_ "Jeden, dva, tri... microfona!"

Todos descongelaram e continuaram andando, ou fazendo o que estavam fazendo antes, como se nada tivesse acontecido. Eu estava cruzando o hall na hora, então terminei de colocar a jaqueta, parei para conversar com os AIESECos e saimos do hall para o supermercado.

Dêem uma olhada no vídeo e a foto (indicativa): apesar da péssima qualidade do vídeo e horripilante montagem, eu apareço, entre outros momento, no minuto 2:00, bem embaixo da tela, embora não dê para reconhecer direito (se você analisar dá pra ver a parte prateada da toca da minha jaqueta - é, eu sei que é demais..hehe).




Eu aconselho dar uma passada no site Improv Everywhere (em inglês) olhar as outras missões, pois são muito engraçadas, especialmente a missão The Moebius, que consistiu em repetir, por aproximadamente uma hora, a mesma sequência de eventos dentro da cafeteria Starbucks: um casal discutindo, um cara derrubando café/água, outro saindo para ir no banheiro e esbarra na cadeira, e um cara entrando por uma porta e saindo pela outra tocando uma música - tudo isso sincronizado e exatamente igual, por 12 vezes.

Let's improv the fun! :)

4 comentários:

Samyra disse...

Haaaaaaaaaaaa voce me mostrou mas não me contou que tinha participadooooo, que chiqueee. Adoreii =D Eu vi eu vi o casaco do Dioui no vídeo hehehehe. bjuuuuuuuuuuuuu
saudadesss

Anônimo disse...

Ei Dioi que é aquele menino sendo atirado na água? realmente jogaram ele mesmo? hahha. abracos.
Darla

Anônimo disse...

HAEUAEHUE vc tah querendo q agente fique brincando de onde está wally por aqui né ?? aehuhaeuaeu
ps: Tem um kra boicotando o movimento... de 1:17 para 1:19 ele abaixa o braço e quebra ..
flw.
Marcelo

Sérgio "Jota" Schüler disse...

Aee, muito obrigado! Vamos continuar compartilhando essas vidas abroad. Abração