segunda-feira, 27 de julho de 2009

Barcelona

Seguindo a sequência do post anterior, após andar por algumas horas em Pisa pegamos o ônibus voador direto para Barcelona.
Devo confessar que foi a PIOR experiência de vôo que já tive: me senti num daqueles ônibus que estão indo para colônia de féris. Muitos, mas MUITOS jovens e todos mais falavam mais altos que o Mercado Municipal de São Paulo. Foi bizarro.
O avião pousou em Girona, uma cidade a 1h10min de Barcelona e não foi difícil se orientar.

Barcelona fica na região da Catalúnia. Em suma, vale a máxima: "todo catalão fala espanhol/castelhano mas nem todo espanhol fala catalão".
Para quem fala portugues, Catalão é um língua mais fácil de se entender: é uma mistura de francês com português e umas pitadas de espanhol, ao meu ver.

Barcelona é fantástica. É uma mini-São Paulo que funciona de facto.
Dizem que a maioria da infra-estrutura que se vê hoje em Barcelona é fruto das Olimpíadas de 92, mas quem se importa? Importante é que a cidade, sendo (mais de) 7 vezes menor que São Paulo possui quase 3x mais estações de metrô. A sensação de segurança é maior - embora batedores de carteira estejam em TODO lugar na cidade.

Fizemos o tour básico: Parque Guell, a igreja Sagrada Família, Passeig de Gràcia, La Rambla, Mercado Municipal e praia Barceloneta..
Faltou o monte Montjuic e arredores, andar de teleférico... mas eu faço isso numa outra (v)ida.

Pegamos dois dias para se aventurar nas praias do subúrbio (Blanes e Sitges), por que na realidade não compensa muito pegar praia em Barcelona: é super-lotada de turistas, suja e estressante.

Fotos...












Um comentário:

Glau Nott disse...

q maquina incrivel essa ein? maravilhosas essas fotos!!